segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

pode


passar mil anos, você vai me amar e eu vou ser pra sempre seu. 




                                                                               Jorge e Mateus - Mil Anos

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

desabafo.

sabe quando você falta morrer cheia de dúvidas, quando você tá quase pra explodir e mandar todo mundo ir se fuder, quando você gosta de alguém e não tem um pingo de coragem de falar pra essa pessoa, quando você tem os melhores amigos do mundo a melhor família do mundo mas só porque não tem "aquela certa pessoa" parece que você não tem nada? quando os teus dias passam a ter sentido se tiver aquela pessoa, quando você chora de ciúme sem ter motivos suficientes, quando você abraça seu travesseiro pedindo a Deus pra que um dia você consiga amar e ser amada por aquela pessoa que você gosta tanto. Quando você ouve qualquer música, e se lembra sempre da mesma pessoa, quando você não vê a hora de vê-la, e abraça-la e beija-la. Não vê a hora em que essa pessoa fique ao seu lado e te faça feliz como você gostaria que pudesse faze-la feliz (:
Sabe quando você fica indecisa, sem saber pra onde ir, como um rato encurralado numa caixa assustado e vendo que pra você acabou, querendo que realmente alguma merda dê certo, e que nada dá.
Querendo que essa pessoa goste de você como você gosta dela, mas que tem um certo receio em falar todos os seus sentimentos, receio de que ela mude com você, receio que nada saia do jeito que você quer. (Essa sou eu pensando hoje)  Mas pera aí,  até agora NADA saiu do jeito que você quis, e você tem que pelo menos tentar, tentar de alguma forma mostrar pra "ele" que você existe, tipo um "Hey,  olha pra mim, eu te amo" ou então "Dá pra falar o que você sente por mim logo?" que tudo o que você mais quer é sair dessa agonia, sair dessa piscina de dúvidas que cada dia que passa eu só me afundo mais.

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

sábado, 22 de janeiro de 2011

eu queria

que as pessoas não me julgassem por algumas palavras que digo, por algumas atitudes que tomo, não me julgassem pelas minhas roupas, pelas músicas que escuto, pelos amigos que tenho. Eu queria que as pessoas não me julgassem, nunca, nem a mim e nem aos outros, que tal se cada um se auto julgasse? essa seria a melhor forma de resolver certos problemas, julgue-se em vez de me julgar, olhe para o que você faz, não pro que eu faço, olhe pra suas atitudes, não para as minhas. Olhe pra sua vida, cuide dela, resolva seus problemas, deixe que da minha vida cuido muito bem, sei resolver meus problemas sozinha, deixe que eu mesma critique meus atos, critique minhas próprias roupas, critique as músicas que eu ouço e você? haha, a sua opinião, as suas críticas destrutivas, não me atingem, portanto não perca seu tempo, se importe mais com você e deixe os outros viverem a vida deles, deixe eu viver a minha vida.

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

back

me sinto um peixe fora d'agua, assim passando tanto tempo longe de casa. IDHSIDHSID  Não vejo a hora de ver meus amigos, de entrar no meu quarto e bater a porta, de apertar o meu cachorro, e de cantar loucamente quando ouvir minhas músicas preferidas. Não adianta, os anos passam e acaba que você faz praticamente as mesmas coisas, só mudam as pessoas e o jeito de faze-las. 
To voltando pra casa, me bate uma sensação estranha de euforia e saudade, saudade de estar saindo de um paraíso pra cair no meu mundinho real novamente, e a euforia de matar essa saudade, de ver como vão ser as coisas daqui pra frente, afinal de contas o meu mundinho pode ser chato, quente, e sem graça mas é o meu mundinho, é a minha vida. 
Vou sentir falta daqui, desses amigos, da família, do mar, mas daqui a 343 dias eu volto. E agora do que eu mais to com saudade é desses meus 343 dias de tédio, de colégio, sem férias, de volta a rotina.  IDHSIDHSIDHSID




domingo, 9 de janeiro de 2011

sabe quando

você sente saudade de tudo, e ao mesmo tempo quer esquecer essa saudade e seguir em frente? me encontro nessa situação hoje. Em um mês, consegui amizades que acho que em um ano não conseguiria na cidade onde moro.
É difícil esquecer 12 anos numa cidade quente e parada dihsdishdishdishd brinks :B
mais sei lá, são amigos, são coisas que agente não consegue esquecer, nunca *-* por mais que aqui esteja sendo melhor pra mim, é necessário pensar que tenho que voltar pra minha realidade, férias são coisas passageiras, e a minha vida não, meu dia-a-dia. Queria muito acordar todos os dias olhando pro mar, como estava fazendo nessas últimas semanas, mas não posso. (a não ser que eu ganhe na loteria KK )
Tenho que lembrar que dias melhores virão, que tudo muda, tudo passa.
Não posso viver me lamentando por férias acabando, por deixar o mar, e voltar à minha mera rotina tediosa, com os mesmos amigos. #ounão
Amanhã volto pra casa, e vou fazer de tudo pra mudar o que eu  acho chato, vou tentar fazer da minha vida, fazer do meu dia-a-dia a euforia das minhas férias perfeitas como foram aqui, fazer amizades como fiz aqui, sorrir como fiz aqui, e sentir a felicidade intensamente em mim como eu senti nesses últimos dias. Quero mudar minha rotina, quero mudar minhas atitudes, quero aproveitar cada momento.
Não quero pensar no que pode dar errado, ou me lamentar por coisas que não deram certo. Só quero pensar que o "amanhã" ninguém sabe, e que pode ser melhor do que o "hoje" e se não for, o negócio é pensar positivo, sempre.
Como disse antes, dias melhores virão,
e assim espero. . .